DestaquesMundo

Fernández se encontra com Macri para começar a transição de governo na Argentina

Eleito presidente em primeiro tuno, no domingo (27), Alberto Fernández tomou café da manhã com Maurício Macri para definir a equipe de transição. Ele assume no dia 10 de dezembro.

O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, se reuniu com Maurício Macri na Casa Rosada nesta segunda-feira (28) para começar o trabalho de transição de governo.

Eleito em primeiro turno em votação no domingo (27), Fernández vai assumir a presidência no dia 10 de dezembro deste ano.

Em seu discurso de fim de campanha, Macri, que tentou ser reeleito e perdeu, afirmou que havia ligado para seu rival e feito o convite para a manhã desta segunda-feira (28).

O jornal “Clarín” ouviu Nicolás Trotta, um dirigente da equipe de Fernández, que afirmou que indicará cerca de 30 pessoas de perfil técnico para conhecer os diferentes setores do governo.

Ele afirmou, no entanto, que a responsabilidade do governo até o dia 10 de dezembro é de Macri.

Recado de Cristina

Durante a comemoração da vitória de Fernández no domingo, Cristina Kirchner, a vice-presidente eleita, mandou um recado a Macri.

“Vou pedir, na minha condição de ex-presidente constitucional durante dois mandatos neste país, que, por favor, até o dia 10 de dezembro, como eu fiz até o dia 9 de dezembro quando foi o meu caso, passar o poder, que tome todas as medidas que puder para melhorar a situação dramática das finanças do país. É sua responsabilidade”, ela disse.

Fernández venceu com 48,02% dos votos. Macri teve 40,46%. O resultado garantiu a vitória para o kirchnerista porque, na Argentina, o candidato vence no primeiro turno se obtiver mais do que 45% dos votos.

Fonte: G1

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close